Não Temos o Direito de Viver em Paz e Equilíbrio Ainda

Ou você gosta mais dos animais ou você gosta mais dos seres humanos. Ou você é mais materialista ou é mais espiritualista. Ou você é mais yin ou mais yang. Não há como gostarmos ou sermos ambos em igual intensidade, ainda. Somente quando o ser humano atingir um alto nível de consciência e evolução, conseguirá ter todas as suas energias equilibradas. Pessoas mais materialistas lidam mais com as coisas físicas (terceira dimensão) presentes na Terra – objetos físicos e palpáveis, exercício físico, gostam de cuidar dos humanos (medicina)… Enquanto que pessoas mais espiritualistas lidam mais com energias, sentimentos, emoções (quarta e quinta dimensão), gostam de meditar, se interessam pela medicina alternativa e entendem mais dos animais (veterinário)… Já reparou que, geralmente, médicos não possuem animais em casa? Não fazem muita questão. Porque se realmente fossem apaixonados pelos animais teriam sido veterinários. Caso possuam algum Pet, foi por influência ou concessão de alguém da família e por tempo limitado, dificilmente adquirem outros animais após o falecimento destes. Preferem ter filhos humanos e não ter um Pet para educar, alimentar, passear, se divertir, aprender… e está tudo bem. Cada um com sua missão, suas escolhas e seus motivos. Enquanto tivermos feridas emocionais pendentes de serem resolvidas, necessitaremos, infelizmente, de viver nos extremos. Somente teremos o direito e merecimento de desfrutar a paz, harmonia, felicidade e plenitude quando todas essas questões tiverem sido transmutadas em luz, amor e gratidão.
 
Deixe o seu Comentário